6 abril de 2010

Hoje não fui trabalhar.

Impossível chegar ao trabalho no caos que tomou conta da região metropolitana do Rio de Janeiro. Parece que o volume de chuva já ultrapassou a marca histórica de 1988.

Lembro bem dessas chuvas, mataram por volta de 300 pessoas, principalmente pelos deslizamentos nos morros da cidade.

A situação foi tão marcante que a banda Picassos Falsos gravou um disco com várias faixas que faziam alusão às chuvas, como na faixa fevereiro,  segunda do lado B:

FEVEREIRO

Um navegante pronunciou aflito
Com seus escritos e só
Que uma cidade julgada a mais bela
Em poucos dias viraria pó
A tantas milhas da verdade eu sei
Que estava certo
Nem tiras nem poder algum
Nessas horas fala

Enquanto meus olhos estavam perdidos
Brilhantes sem a luz do sol
Algo fervia minha cabeça
Quando nada lembra o carnaval
A verdade tarda mas um dia chega
Derrubando muitas casas
Já que hoje o morro
Não desce mas desaba
No meio da rua
Mostrando da maneira mais sutil
Quem faz o mais bela carnaval do planeta

Logo tudo isso em fevereiro
Castigar
Parece afogar
Um navegante aflito
Com seus escritos e só
E só
E só

Anúncios
Published in: on abril 6, 2010 at 9:20 pm  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://maturana.wordpress.com/2010/04/06/6-abril-de-2010/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: