Rogério Duprat

Rogério Duprat morreu. Considerado por muitos o George Martin brasileiro, o maestro vanguardista esteve envolvido até a alma com o movimento tropicalista.

Depois do disco-manifesto Tropicália ou Panis Et Circenses ele trabalhou durante um bom tempo com o grupo Os Mutantes.

Conheci os Mutantes em 1989, no programa Ronca Tripa, do Maurício Valladares, hoje na Oi fm, mas que na época apresentava seu programa na extinta rádio Panorama. Desde sempre ouvia falar dessa lendária banda, mas não conhecia. Quando escutei no programa do MauVal fui correndo comprar um disco, pra conhecer melhor. Me lembro bem. Comprei o Tudo Foi Feito Pelo Sol, que tinha sido lançado em 1974, já sem a Rita Lee nem o Arnaldo Baptista, mas que ainda mantinha bastante do espírito mutante.

Foi como um efeito dominó. Fui comprando um atrás do outro até formar a coleção completa. Só então entendi como podiam existir bandas fazendo um tipo de som que eu gostava tanto, como Titãs, DeFalla, Patife Band e Premeditando o Breque. Todos com claras influências do grupo paulista dos anos 60.

Hoje os Mutantes voltaram à ativa. Sem a Rita Lee, que já declarou que parecem uns velhinhos angariando uns trocadinhos pra pagarem o geriatra. Mas tá valendo. Quando tocarem no Noites Cariocas, vou estar lá com certeza. Sabe aqueles momentos que não podemos perder, são históricos, essas coisas?

O disco Tropicália só fui conhecer na era do CD, pois o vinil era raríssimo.

Viva o Rogério Duprat, que contribuiu enormemente para que aquela viagem alucinada das experimentações sonoras fosse possível.

E viva também o George Martin, que contribuiu enormemente para que aquela outra viagem alucinada das experimentações sonoras fosse possível.

Anúncios
Published in: on outubro 27, 2006 at 3:09 am  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://maturana.wordpress.com/2006/10/27/rogerio-duprat/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. Não foi só o efeito dominó. O efeito contaminação foi resgistrado.
    Acabei contagiado e fã dos mutantes, mais ou menos na mesma época.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: